terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Processo de compra online - Parte I

Amigos.

Esse artigo/post será dividido em 2 partes. Abaixo segue a primeira parte do processo de compra online que eu tanto falo nas minhas aulas:

Basicamente o usuário de internet que deseja comprar um produto, o e-consumidor, faz sempre o mesmo processo. Claro que esse artigo está generalizando pois estou falando de um processo feito pela maioria.

Nas minhas aulas de planejamento estratégico digital e estratégias para e-commerce (na pós em marketing digital da Faculdade Impacta de Tecnologia e MBA em E-commerce da Universidade Anhembi Morumbi respectivamente) eu abordo em um slide esse tema exatamente para entendermos e discutirmos sobre o comportamento do e-consumidor.

Como exemplo, sempre falo de uma pessoa deseja comprar um celular. Em 1995 era simples comprar um celular desde que você tivesse uma linha. Tinha no máximo 10 modelos e não tinha 10% dos recursos de hoje. Íamos na loja e escolhíamos por preço e design do aparelho. E hoje?

Só em um quiosque de uma das operadoras em qualquer grande varejista, até mesmo em supermercados, encontramos mais de 80 modelos. Uns tem câmera de 3 megapixels, outros com 5; uns tem wi-fi outros já vem com acesso as Redes Sociais. Alguns são smartphones outros apenas multimídia. Enfim, a variação é enorme! Hoje devemos ter mais de 300 modelos de aparelhos.

Como escolher?? Diante a tantas opções o usuário fica confuso. Diferente do que se pensa quanto mais opções temos mais difícil fica a nossa escolha.

O primeiro passo para saber qual o celular que atende as necessidades do consumidor é pesquisar no Google. O e-consumidor entra no site e pesquisa o tipo de celular que ele deseja, ele pesquisa no Google por termos que lhe são mais familiares como (exemplo): smartphone; celular com câmera; iPhone 4; celular tela touch.

Enfim há uma infinidade de termos, os quais deve se ficar bem atento! A ferramenta do Google Adwords e Google Insight for Search são excelentes para entender essas palavras e uma importante fonte de pesquisa para nós. Vai ai dica, sempre que for fazer um planejamento olhe essas ferramentas é importante saber como o usuário busca o site, produtos e serviços.

Vamos ficar no exemplo do smartphone para esse artigo. Ao digitar esse termo, o Google apresentou uma série de caminhos onde o usuário pode achar aquele aparelho. Nesse momento a pesquisa é sobre qual o melhor aparelho, por isso, o usuário vai optar pelos sites das marcas e não pelos sites de varejo. Alguns até optam em pesquisar nesses sites, o que aumenta a "taxa de curiosos" nos varejistas online (tá ai uma ideia para uma estratégia de conteúdo e relacionamento).

Vamos supor que os 4 primeiros sites de marcas de smartphones melhor posicionados no Google sejam: Apple, Motorola, Blackberry e Samsung. Não necessariamente nessa ordem, mas o usuário chegou neles. Vale lembrar que nesse momento os sites mais relevantes vão aparecer em primeiro e que essa “pequena” diferença pode ser fundamental no momento da compra.

No próximo post, vem a 2a parte...

Já está no ar o meu curso de PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL em parceria com o site iMasters. CLIQUE AQUI e adquira já o seu.

Abraços

Felipe Morais

@plannerfelipe

Marcadores: , , , ,

1 Comentários:

Às 11 de janeiro de 2012 17:37 , Anonymous Luís Lopes disse...

Obrigado pelo contributo e partilha de ideias ao nível do planeamento de comunicação digital.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial