segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Isabela Nardoni e Seqüestro de Eloá.

Isabela Nardoni e Seqüestro de Eloá.
A mídia sem pauta? Ou o certo é explorar a desgraça das pessoas?

Desde que eu comecei a cursar publicidade eu ouço uma antiga rixa entre publicitários X jornalistas. Uma besteira na minha opinião, uma vez que são todos profissionais capacitados para cumprir seu papel – no ramo da comunicação - diante a sociedade. Se um informa as características de um produto o outro informa a queda da Bolsa de New York; não importa a mensagem, importa é que ambos são comunicadores e trabalham para comunicar algo a alguém!

Bom, comecei esse artigo com essa opinião por um simples motivo: O que vou escrever abaixo vai apimentar mais essa discussão, uma vez que sou um publicitário e estarei criticando uma ação de jornalistas, por isso quis deixar a minha opinião sobre essa “rixa” antes de começar!

No final de março de 2008, um crime chocou o Brasil.
Um pai e a madrasta – SUPOSTAMENTE – jogaram uma linda menina de 6 anos de idade da janela do apartamento que moravam no bairro de Santana em São Paulo. Até hoje, 7 meses depois o caso permanece uma incógnita: Os pais jogaram? Havia mesmo um ladrão conforme o pai da menina falou? O que aconteceu naquela noite? Por que aquela criança morreu?
Ninguém sabe, entretanto, por mais de 1 mês a imprensa só falou disso. Era Jornal Nacional, a Sangue-suga Sônia Abraão (que faz qualquer coisa por um Ibope...) Veja, Estadão, Folha, Uol, Terra, IG, Datena, enfim, todos os veículos falando disso. Uma hora era a perícia que estava visitando o apartamento - a imprensa na porta tirando fotos, fazendo links ao vivo, outra hora era declaração do casal no Fantástico, outra era entrevista com os pais do casal, com irmãos amigos, enfim, a imprensa fez uma tempestade com esse caso, como se outros casos muito piores já não tivessem acontecido e ninguém tenha dado nenhuma notinha no rodapé da última página da revista.
Alguns dizem que nesse caso se não fosse a pressão da imprensa, o caso teria passado e o casal Nardoni estaria solto, mas não acredito muito nisso, pois por trás da imprensa, havia a mãe da criança que lutou e vai lutar por justiça até que essa seja feita!

Agora, há uma semana um imbecil entra na casa da ex-namorada, armado, seqüestra a ex e sua melhor amiga. A policia é acionada. Um jornalista entra em ação, dá a chamada, o povo – ávido por desgraça alheia – vai para a frente da TV. Busca na web notícias sobre o caso. Pronto, mais uma semana que o assunto não é outro. Crise mundial das bolsas? Reflexo na economia? Jogo do Brasil? Que nada, o que vale é dar moral a um imbecil que está se sentindo mais famoso que o Tony Ramos! A polícia não sei se por medo da repercussão com essa mídia sangrenta não quis matar o imbecil. Resultado, uma ação desastrada, o cara matou a ex-namorada e ainda deu um tiro na amiga, que graças a Deus está fora de perigo. Ele está preso, a garota morta e a imprensa – que muito mais atrapalhou do que ajudou – metendo a boca no GATE, uma das polícias mais preparadas do mundo para casos como esse. Eles erraram, todo mundo erra, mas o que dizer dessa imprensa que mostrava tudo, cada passo. Como a polícia poderia agir com 200 câmeras ao redor e um monte de repórter idiota falando um monte de asneira. Até a “grande Sônia Abraão” entrevistou o cara ao vivo! O mulher insuportável.

Mas o pior de tudo isso é saber que infelizmente o povo brasileiro em sua maioria é ignorante e programas como Sônia Abraão, Casos de Família, Luciana Gimenez, Big Brother (esse é o pior de todos) tem audiência. Se tem audiência, tem patrocinador. Se tem patrocinador, tem dinheiro para eles se manterem no ar. Infelizmente.

Posso com toda a razão falar de que pessoas que assistem a esses programas, são ignorantes, pois graças a Deus, eu sou rodeado de pessoas extremamente inteligentes, a qual eu aprendo e devo muito, e são essas pessoas que – junto comigo – tem azia só de ouvir a voz de alguns “apresentadores” ou o nome de alguns programas.

Não apenas por que eu trabalho com Internet, mas também devido a “alta qualidade” da nossa televisão, a cada dia que passa eu torço mais para o crescimento da web, afinal na web existe uma pulverização de mensagem, por ter milhares de endereços “.com” existem muita besteira, mas existe muita coisa interessante, então para me entreter ou saber de um determinado assunto eu tenho como entrar em sites segmentados (e ai estamos falando de Long Tail) que me ajudem a descobrir um novo mundo, ver novas opiniões e saber de assuntos interessantes.

Ok, saber do caso de Santo André ou da Isabela é triste, tenho muita pena de 2 crianças terem pago com a vida por erros de loucos e imbecis, mas já deu, deixa a família quieta, viver essa dor que não passa nunca, não precisa ficar cutucando! Cadê o respeito?

Eu queria ver se o pai da Sônia Abraão tivesse sido seqüestrado se ela ia fazer o que fez em ambos os casos, se ela ia ficar entrando ao vivo, se ia querer entrevistar o seqüestrador, e se acontecesse uma tragédia como aconteceu nos 2 casos, se ela ia ficar martelando no assunto, entrevistando a polícia, chamando peritos para rever fitas e fitas, aliás não só ela, como queria ver se o diretor de jornalismo da Globo ia colocar o seqüestrador do pai dele (só para ficar no mesmo exemplo) em entrevista ao vivo no domingo.

Chegamos a um ponto em que as pessoas não se respeitam mais. A desgraça alheia é assunto de rodas. As pessoas gostam de desgraça, de ver os outros se dando mal para depois ficar julgando. Isso, infelizmente é coisa de pessoas ignorantes que não tem o que fazer, não tem cultura para preencher o imenso espaço no cérebro com coisas úteis, preenchem esse vazio dessa forma: vamos ver o que tem de ruim na TV. E mais uma vez, digo a palavra “infelizmente” para dizer que a TV Brasileira, mesmo com a Globo sendo a 4ª maior empresa do mundo é um lixo!

"Quer participar da festa de lançamento do meu livro: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL, em Janeiro? Faça como muitas pessoas, mande um e-mail para felipemorais2309@gmail.com e se cadastre. Enviarei um convite com maior prazer"

Abraços
Felipe Morais


Marcadores: , , , , , , , , , ,

1 Comentários:

Às 27 de outubro de 2008 12:44 , Blogger Rômulo Martins disse...

É muito mais fácil sentar na frente da tv e ser bombardeado pelo lixo que elas passam do que correr atrás de informação útil e de qualidade. O meu protesto é silencioso, em minha residência a tv aberta está bloqueada a quase dois anos, fiquei sabendo de todo o sequestro só pelos "urubus" de plantão que adoram uma desgraça pra ver se rola uma carniça, aff...que preguiça desse meu povo brasileiro. A internet é uma esperança...bom pelo menos é uma boa alternativa pra pessoas de bom senso fugirem do atoleiro que se tornou a mídia televisiva.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial